EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ex-presidente da IAAF acusado de corrupção

Ex-presidente da IAAF acusado de corrupção
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Uma comissão presidida por Dick Pound, antigo líder da Agência Mundial Antidopagem, deixa Lamine Diack em maus lençóis.

PUBLICIDADE

Um novo relatório, da autoria do investigador independente e antigo presidente da Agência Mundial antidopagem Dick Pound, atinge em cheio aquele que já foi o patrão do atletismo mundial, Lamine Diack.

Segundo o relatório, o senegalês, presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), terá organizado um vasto esquema de corrupção.

Richard McLaren, outro dos membros desta comissão independente autora do relatório, dá alguns detalhes: “Ele introduziu o advogado Habib Cissé no departamento médico e antidopagem em novembro de 2011, quando se estavam a preparar os jogos olímpicos de Londres em 2012 e os mundiais de Moscovo em 2013. Fez isso para poder acompanhar os casos relacionados com os passaportes biológicos dos atletas russos”.

Lamine Diack presidiu à IAAF entre 1999 e 2015. Dick Pound salienta o facto de ter sido esta federação, sob a presidência de Diack, a criar o conceito de “passaporte sanguíneo” para os atletas, algo destinado a impedir a dopagem através do sangue: “A comissão não partilha da opinião de que a Federação terá tido uma resposta inadequada em relação à dopagem sanguínea durante este período. Na verdade, a IAAF foi pioneira na introdução do passaporte sanguíneo”.

A pressão é agora maior sobre Sebastian Coe, antiga estrela do atletismo britânico, sucessor de Diack e vice-presidente da federação durante vários anos, para que prove a transparência da instituição.

Os casos de dopagem com atletas russos, no ano passado, abalaram o mundo do atletismo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Simona Halep pode regressar à competição

Patinadora russa Kamila Valieva suspensa quatro anos por doping

Campeã olímpica Caster Semenya ganha recurso contra testosterona no atletismo