Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Tunísia: recolher obrigatório aliviado entre novos protestos

Tunísia: recolher obrigatório aliviado entre novos protestos
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades tunisinas decidiram aliviar o recolher obrigatório imposto em todo o território, apesar de continuarem os protestos contra o governo.

A vaga de contestação social, inédita desde a Primavera Árabe, começou com a morte de um jovem desempregado na cidade de Kasserine, que voltou a ser esta segunda-feira palco de uma manifestação.

“Estamos aqui em defesa do emprego. Queremos que as nossas exigências sejam tomadas em consideração, que sejam levadas a sério. É o nosso direito. Não contratem os filhos de oficiais e abandonem as pessoas necessitadas. Queremos que contratem os que precisam, que ponham fim aos subornos, à corrupção, à injustiça, à opressão e à tirania.”

“Queremos que providenciem educação, empregos, serviços sociais e hospitais. Não danificámos, nem queimámos nada…. Não fizemos nada e não queremos gerar a confusão; queremos simplesmente trabalhar.”

A capital também voltou a ser palco de protestos, que incluiram centenas de elementos das forças de segurança.

O ministério do Interior informou que 1100 pessoas foram detidas nos últimos dias na capital, nomeadamente por violarem o recolher obrigatório.