EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Primárias nos EUA: Nevada e Carolina do Sul podem favorecer Clinton

Primárias nos EUA: Nevada e Carolina do Sul podem favorecer Clinton
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nevada e Carolina do Sul são as próximas etapas da corrida à Casa Branca, depois das últimas grandes surpresas. No sábado, decorrem as primárias do

PUBLICIDADE

Nevada e Carolina do Sul são as próximas etapas da corrida à Casa Branca, depois das últimas grandes surpresas.
No sábado, decorrem as primárias do Partido Republicano na Carolina do Sul e o caucus do Partido Democrata no Nevada. Três dias depois, os republicanos vão a votos no Nevada e, no dia 27, os democratas, na Carolina do Sul.

Apesar do entusiasmo de alguns por Donald Trump e Bernie Sanders nada está decidido…

“A probabilidade de Donald Trump vencer a nomeação republicana ou de Bernie Sanders ganhar a nomeação democrata é muito pequena. Por motivos diferentes. Trump tem apenas 35 por cento dos votos, o que significa que os restantes 65 dos republicanos não estão a seu favor”, refere Charles Cook, editor da The Cook Political Report.

Bernie Sanders tem agitado as águas democratas, mas a rival Hillary Clinton parece ter grandes hipóteses de voltar a ganhar terreno.

“Ainda que Hillary Clinton tenha alguns desafios pela frente não vai perder a nomeação democrata para Bernie Sanders. O eleitorado de Sanders é pouco diverso. A maioria são jovens e de extrema esquerda. Não vai ganhar a nomeação se não começar a ganhar fama entre os eleitores afro-americanos e latinos. Não há provas que o tenha feito até agora”, diz Charles Cook.

As próximas etapas são importantes para o que se segue: a “Super terça-feira”, dia em que se realizam as primárias em 24 Estados norte-americanos e que podem ser decisivas nas escolhas dos candidatos.

“As votações de sábado são um passo crucial antes da campanha para a “Super terça-feira”, no dia 1 de março, mas pode acabar por ser um dia mau para ambos os partidos. Se Donald Trump e Bernie Sanders vencerem, espera-se um debate muito feio no resto da temporada das primárias”, conclui o correspondente da euronews em Washington, Stefan Grobe.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líderes europeus apoiam NATO no meio da incerteza das eleições nos EUA

Joe Biden mantém candidatura às eleições presidenciais

"Ninguém me está a empurrar para fora": Biden promete continuar a concorrer