Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Países balcânicos apertam o cerco à "rota dos emigrantes"

Países balcânicos apertam o cerco à "rota dos emigrantes"
Tamanho do texto Aa Aa

A chamada rota dos migrantes está totalmente encerrada para quem não tenha autorização para cruzar fronteiras.

A Macedónia já não deixa entrar migrantes sírios e iraquianos, que antes ainda tinham autorização para passar, ainda que com limitações diárias.

A decisão foi tomada depois de países vizinhos feito o mesmo, como foi o caso da Eslovénia, da Croácia e da Sérvia.

Junto à fonteira com a Macedónia, as condições tornam-se cada vez mais penosas.

Alguns migrantes já começaram a abandonar os campos temporários de acolhimento como o de Idomeni.

A falta de condições e o tempo agreste ataca os mais fracos, como as crianças.

O encerramento das fronteiras dos países balcânicos surge depois do principio de acordo entre a União Europeia e a Turquia para a gestão da crise migratória.

Mas o fluxo migratório não cessa. Apenas esta quarta feira chegaram à Grécia mais 1400 migrantes.