This content is not available in your region

Barack Obama: "A ameaça do terrorismo nuclear persiste"

Access to the comments Comentários
De  Miguel Roque Dias  com REUTERS, AFP
euronews_icons_loading
Barack Obama: "A ameaça do terrorismo nuclear persiste"

O presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, considera que foram feitos progressos em relação à segurança nuclear, na 4.ª Cimeira sobre o assunto, em Washington.

Obama adverte, no entanto, que existe ainda risco de atentados terroristas nucleares. “Ao trabalharmos juntos, as nossas nações fizeram com que se tornasse mais difícil aos terroristas acederem a material nuclear. Reduzimos bastante o risco. Mas, como discutimos ontem à noite, ao jantar, a ameaça do terrorismo nuclear persiste”, sublinha Obama.

O presidente norte-americano espera que o tratado ratificado por 102 nações contra a proliferação de armas nucleares seja colocado em prática em breve.

À margem da cimeira, depois das queixas de Teerão sobre a lentidão do levantamento das sanções internacionais, Barack Obama disse que vai demorar algum tempo até o Irão reintegrar a economia mundial.

Num encontro com o presidente chinês, Xi Jinping, Obama falou sobre disputas marítimas internas, do país asiático, e sobre direitos humanos.