Copernicus: A gestão "espacial" das cheias na Europa

Copernicus: A gestão "espacial" das cheias na Europa
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O espaço ao serviço da prevenção das catástrofes naturais.

PUBLICIDADE

O espaço ao serviço da prevenção das catástrofes naturais.

A Comissão Europeia ativou o sistema de gestão de emergências Copernicus para lidar com as cheias que atingem o norte e centro da Europa.

Um serviço inaugurado em 2012 que permite, através de imagens e dados recolhidos por satélite, seguir em tempo real e prever a evolução das inundações no terreno.

Uma das responsáveis da compilação de dados, Stéphanie Battiston, explica:

“A vantagem das imagens de satélite é que estas cobrem setores muito maiores do que as imagens captadas por aviões ou drones. No caso de França conseguimos cobrir toda a bacia do rio Le Loing. E se fizermos um seguimento durante vários dias podemos ver a totalidade da bacia a cada dia”.

“Tentamos fornecer mapas todos os dias em função dos pedidos dos utilizadores. Isto permite por exemplo ter uma ideia do número de socorristas necessários no terreno, mas também de saber onde são necessários e de estabelecer prioridades”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Três organizações confirmam que 2023 foi o ano mais quente de sempre

2023 é o ano mais quente da história, afirma o Copernicus

Missão Crew-7 da NASA e da SpaceX a caminho da Estação Espacial Internacional