EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Deputada do Partido Trabalhista, Jo Cox, assassinada na sua região natal

Deputada do Partido Trabalhista, Jo Cox, assassinada na sua região natal
Direitos de autor 
De  Nara Madeira com Reuters, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Morreu a deputada britânica do Partido Trabalhista, Jo Cox, que foi esfaqueada e baleada, esta quinta-feira.

PUBLICIDADE

Morreu a deputada britânica do Partido Trabalhista, Jo Cox, que foi esfaqueada e baleada, esta quinta-feira.

A tragédia ocorreu em Birstall perto de Leeds, no condado de West Yorkshire, quando esta participava num encontro com eleitores da sua região.

Cox tinha 41 anos, era casada e mãe de dois filhos. Defendia a permanência do Reino Unido na União Europeia.

Great day in Cleckheaton campaigning to #remain in the EU with KathPinnock</a> and our team supporting <a href="https://twitter.com/hashtag/StrongerIn?src=hash">#StrongerIn</a> <a href="https://t.co/d5T6NYjwGX">pic.twitter.com/d5T6NYjwGX</a></p>&mdash; Jo Cox MP (Jo_Cox1) 10 de junho de 2016

À Associated Press uma testemunha afirmou que a deputada terá tentado parar uma briga entre dois homens e que um deles puxou de uma arma e disparou.

A consternação dos trabalhistas

The whole of the Labour family, and indeed the whole country, is in shock and grief at the horrific murder of Jo Cox pic.twitter.com/obic5pOCS3

— Jeremy Corbyn MP (@jeremycorbyn) 16 de junho de 2016

A polícia de Yorkshire deteve, entretanto, um homem de 52 anos:

“Jo foi atacada por um homem que lhe provocou ferimentos graves e que, infelizmente, se revelaram fatais. Posteriormente, houve um outro ataque, a um homem de 77 anos, que sofreu lesões mas não corre perigo de vida. Pouco tempo depois, um homem foi detido pela polícia local. Foram recuperadas armas, incluindo uma de fogo”, explicou, em conferência de imprensa, Dee Collins, da polícia local.

Uma morte que mancha o referendo e que já levou à suspensão das campanhas a favor e contra a saída do Reino Unido da União Europeia.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, classificou a morte como uma “tragédia”.

The death of Jo Cox is a tragedy. She was a committed and caring MP. My thoughts are with her husband Brendan and her two young children.

— David Cameron (@David_Cameron) 16 de junho de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Era uma grande deputada mobilizadora e com uma enorme compaixão"

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham

Jovem de 13 anos morre após ataque com espada em Londres