EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Era uma grande deputada mobilizadora e com uma enorme compaixão"

"Era uma grande deputada mobilizadora e com uma enorme compaixão"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Bandeira a meia haste no parlamento britânico.

PUBLICIDADE

Bandeira a meia haste no parlamento britânico.

O Reino Unido está de luto. As mensagens de condolências chegam de todo o mundo.

Deputados, incluindo, o líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, acenderam velas e colocaram flores em frente à câmara dos comuns.

“A violência não é a resposta, a violência nunca é a resposta ao que quer que seja. Temos que nos unir e expressar as nossas profundas condolências à família. Perdemos uma mulher maravilhosa, perdemos uma maravilhosa deputada, mas a nossa democracia segue em frente, o trabalho dela vai seguir em frente”, declarou Corbyn.

“Perdemos uma grande estrela. Ela era uma deputada, uma grande deputada mobilizadora com uma enorme compaixão e um grande coração. E as pessoas vão ficar muito muito tristes pelo que aconteceu. São notícias terríveis. Foi correto termos suspendido a atividade de campanha deste referendo e os pensamentos de todos vão estar com a família da Jo e os eleitores neste terrível momento”, declarou o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

O antigo presidente da câmara de Londres, Boris Johnson, opositor no referendo, também reagiu no Twitter. “Referiu estar chocado e triste”.

Nigel farage, outro opositor, também usou o Twitter. Afirmou estar “profundamente triste e que envia as condolências à família”.

Deeply saddened to hear that Jo Cox has died. Sincerest condolences to her family.

— Nigel Farage (@Nigel_Farage) June 16, 2016

Na circunscrição de Jo Cox, Farage, foi realizada uma vigília na Igreja de São Pedro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham

Jovem de 13 anos morre após ataque com espada em Londres

Sunak anuncia: voos de deportação do Reino Unido para o Ruanda devem começar dentro de poucos meses