Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Comité Olímpico Internacional decide não excluir a Rússia dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

Comité Olímpico Internacional decide não excluir a Rússia dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com Nelson Pereira

O Comité Olímpico Internacional (COI) enfrenta duras críticas depois de ter decido não excluir os atletas da Federação Russa dos Jogos Olímpicos de verão a realizar no Rio de Janeiro no mês de agosto.

O COI anunciou que a tarefa de decidir que atletas poderiam ou não participar no evento deveria ser da responsabilidade das várias federações desportivas internacionais correspondentes às diferentes modalidades.

A decisão tem sido criticada nos meios desportivos, em particular pela Agência Mundial Antidopagem (AMA), que informou a sua “deceção” depois de conhecida a decisão do COI. A agência antidopagem dos Estados Unidos da América, a USADA, por seu lado, falou em “desordem” para referir-se à decisão.

Um estudo independente levado a cabo pelo jurista canadiano Richard McLaren a pedido da Agência Mundial Antidopagem indica que o Estado teria conhecimento e seria mesmo responsável por todo um sistema de dopagem que afetaria parte significativa dos atletas russos de alto rendimento, esquema que teria sido implementado entre 2011 e 2015.

Esta segunda-feira, o presidente do Comité Olímpico Russo (COR), Alexandre Jukov, disse que agora o importante seria colaborar com as diferentes federações desportivas internacionais para que seja conhecida o estatuto dos diferentes atletas em causa.

“Precisamos mesmo das próximas horas e mesmo dos próximos dias para trabalhar com as diferentes federações internacionais para abordar a situação de cada atleta. Desta forma, as diferentes federações internacionais poderão apresentar as listas.”

Calcula-se que pelo menos 75 atletas deverão ficar impedidos de participar nos jogos do Rio. Pelo menos sete dos quais pertenceriam à equipa olímpica de natação.