Última hora
This content is not available in your region

Inseticida pulverizado em zonas habitacionais divide Miami na "guerra" ao vírus zika

euronews_icons_loading
Inseticida pulverizado em zonas habitacionais divide Miami na "guerra" ao vírus zika
Tamanho do texto Aa Aa

Esteve previsto para quinta-feira, mas um protesto levou ao adiamento para sexta-feira e, pelas 05 horas da manhã, as autoridades sanitárias de Miami, nos Estados Unidos, começaram a controversa pulverização aérea de algumas zonas com inseticida para combater o mosquito que tem vindo a propagara na Florida o vírus zika. Uma nova informação oficial divulgada esta sexta-feira (twit em baixo) de que mais mosquitos portadores do vírus foram encontrados na zona.

O inseticida pode ser mais causador dos problemas que se querem evitar do que propriamente o zika.

Brik Viera Opositor das pulverizações

As opiniões entre os residentes dividem-se face à estratégia das autoridades em usar o inseticida Naled em zonas habitacionais, mas há quem não se importe e até agradeça. É o caso de David Kaplan: “Sou a favor da pulverização aérea de inseticida. É ótimo que o nosso governo e as autoridades municipais estejam a agir. Pelo que sei, os químicos usados são em quantidades mínimas e, por isso, não são perigosos para os seres humanos.”

Brik Viera, um dos opositores à pulverização de inseticida fez parte do protesto de quinta-feira, assume “preocupado” e avisa que “o inseticida pode ser mais causador dos problemas que se querem evitar do que propriamente o zika.”

Pelo menos 604 pessoas, incluindo 84 mulheres grávidas, já foram diagnosticadas com o vírus Zika no estado da Florida. Dessas, 56 seriam residentes em Miami. A maior parte dos diagnosticados terá estado em contacto com o vírus fora dos Estados Unidos.

A descoberta pelas autoridades de pelo três mosquitos Aedes Aegypti portadores do vírus levou à implementação da estratégia de pulverização com inseticida.

A primeira utilização do inseticida aconteceu no bairro Wynwood, onde surgiram os primeiros casos em Miami, mas o alastrar do surto e a descoberta dos mosquitos portadores levou as autoridades a decidir pulverizar também outras zonas.

A próxima pulverização de inseticida em Miami está prevista para domingo.