Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Breves de Bruxelas: caso Barroso e audição de Julian King

Breves de Bruxelas: caso Barroso e audição de Julian King
Tamanho do texto Aa Aa

Ficará na História como o primeiro-ministro do Brexit e, apenas alguns meses depois de deixar o gabinete de Downing Street, David Cameron anunciou que também vai abandonar o lugar de deputado no Parlamento britânico.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia diária damos destaque ao caso Barroso, que se tornou notícia em Bruxelas desde há dois meses. O ex-presidente da Comissão Europeia (CE) aceitou ser conselheiro do controverso banco de investimento norte-americano Goldman Sachs, conhecido pelo envolvimento na crise da dívida grega.

As reações foram fortes por parte dos funcionários da CE. Agora, o presidente, Jean-Claude Juncker, decidiu lançar uma investigação inédita sobre questões éticas. Um porta-voz da CE afirmou que quando Barroso visitar à CE já não será tratado como um ex-presidente, mas como um lobista.

A poucos dias antes da cimeira de Bratislava, onde 27 membros da União Europeia se reunirão sem o Reino Unido para debater os próximos passos na Brexit, Julian King foi interrogado por membros do Parlamento Europeu.

É um passo formal antes de tomar posse como o novo comissário para a Segurança da União. O líder dos Verdes no Parlamento Europeu, Philippe Lamberts, falou à euronews das suas expectativas.

Na Áustria continua a turbulência política relativa às eleições presidenciais. Foi decidido novo adiamento, desta vez devido a problemas técnicos com os boletins.

A repetição do escrutínio de maio foi decidida depois de Norbert Hofer, líder do Partido da Liberdade, de extrema-direita, ter contestado a vitória do ex-líder dos verdes, Alexander van Der Bellen. A eleição está marcada para 4 de dezembro.