EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Atenção Jamaica e Cuba: o furacão "Matthew" está a caminho!

Atenção Jamaica e Cuba: o furacão "Matthew" está a caminho!
Direitos de autor 
De  Euronews com EL NACIONAL,
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É o quinto ciclone da presente temporada e o mais forte a formar-se no Atlântico desde o mortífero "Felix", em 2007.

PUBLICIDADE

As ilhas Caraíbas — em especial a Jamaica, o Haiti e Cuba — estão a preparar-se para a chegada do “Matthew”, o quinto ciclone da temporada e mais forte furacão a formar-se sobre o Atlântico desde o “Felix”, que em 2007 deixou 130 mortos à passagem pela Nicarágua.

Depois de ter sido avaliado sexta-feira na categoria 5, o “Matthew” passou sábado a categoria 4, mas ainda com ventos a mais de 200 km/hora e muita chuva. A chegada do “Matthew” a terra é esperada segunda-feira.

#WeatherUpdate:
As at 2PM today, here's a track forecast of #HurricaneMatthew.

Source: WeatherNation</a> <a href="https://t.co/QTjYOWhMnM">pic.twitter.com/QTjYOWhMnM</a></p>&mdash; Digicel Jamaica (DIGICELJamaica) 1 de outubro de 2016

O primeiro-ministro da Jamaica lamenta que “algumas pessoas” estejam a “resistir aos avisos”. “O que se pretende é que os nossos cidadãos respeitem os alertas no próprio interesse deles, o que irá por certo poupar recursos caso seja preciso resgata-los numa altura em que pode ser difícil dar-lhes resposta”, alertou Andrew Holness.

The JDF has a difficult but important task ahead. We look to them to keep our communities safe during the passing of #HurricaneMatthew. pic.twitter.com/LMt6I9VUVo

— Andrew Holness (@AndrewHolnessJM) 1 de outubro de 2016

(As Forças de Defesa da Jamaica tem uma difícil, mas importante missão pela frente.
Contamos com eles para manterem as nossas comunidades em segurança
durante a passagem do ‘Matthew’.)

Teme-se que o impacto na Jamaica seja tão forte como o do furacão “Gilbert” há quase trinta anos, mas o primeiro-ministro está otimista perante a alegada melhor preparação atual para este tipo de fenómenos naturais. Pelo sim, pelo não, muitos jamaicanos acorreram aos supermercados para se abastecerem de mantimentos, caso o furacão os obrigue a permanecerem barricados erm casa.

FOTOS. Jamaica se prepara la llegada del Huracán Matthew ► https://t.co/Xblu6VlpEnpic.twitter.com/0VFxwhzyRx

— Noticia uno (@noticiauno1) 2 de outubro de 2016

Em Cuba, os Estados Unidos impuseram uma evacuação obrigatória de todo o pessoal não essencial da base de Guantánamo, onde vivem cerca de 6000 pessoas e ainda estão detidos cerca de 60 suspeitos de terrorismo. Washington sugeriu também aos cidadãos norte-americanos a abandoinar a Jamaica por receio do furacão.

#HurricaneMatthew Recommend US citizens depart Jamaica if possible. If unable to depart, shelter in place. https://t.co/P1RFfT6zQ3

— Travel – State Dept (@TravelGov) 2 de outubro de 2016

De acordo com a televisão local, o Presidente cubano, Raul Castro, viajou para Santiago de Cuba, no extremo oriental da ilha, para supervisionar pessoalmente os preparativos para a chegada do “Matthew.”

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Barbados: furacão Beryl danifica barcos da marina de Bridgetown

Depois de estragos na Jamaica, Furacão Beryl move-se para o México

Tempestade tropical Chris causa danos no México