Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Breves de Bruxelas: Guterres na ONU, agência na Bulgária e aborto na Polónia

Breves de Bruxelas: Guterres na ONU, agência na Bulgária e aborto na Polónia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Favorito há vários meses, o ex-primeiro-ministro português, António Guterres, convenceu os 15 membros do Conselho de Segurança da ONU e será o próximo secretário-geral da organização.

A sua carreira internacional, mas também o agravamento da crise dos refugiados reforçaram a candidatura e António Guterres é homem certo para o cargo, de acordo com George Joseph, da Caritas.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia diária falamos, ainda, da inauguração da nova agência europeia de guarda costeira e de fronteiras, na Bulgária, e da recusa do Parlamento da Polónia de um proposta para tornar o direito ao aborto ainda mais restritivo.

Para fechar, menção ao Partido da Independência do Reino Unido que teve uma semana difícil. Após a renúncia da nova presidente, no início da semana, um dos eurodeputados foi hospitalizado após uma altercação com um colega, no edifício do Parlamento Europeu, em Estrasburgo.