Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Tailândia: Morte do rei Bhumibol afeta economia do país

Tailândia: Morte do rei Bhumibol afeta economia do país
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A morte do rei da Tailândia, e o consequente ano de luto, estão a deixar em suspenso a economia do país: Bhumibol, era visto como um garante de alguma estabilidade política, os investidores estrangeiros demonstram desinteresse e as interdições por causa do luto condicionam o turismo.

Uma vendedora da capital explica que “existem muitos fatores que estão a afetar negativamente a economia agora. As autoridades não permitem que se façam vendas nas ruas. Os vendedores não têm dinheiro, as pessoas não têm dinheiro. E queremos comprar apenas o necessário para viver, nada de desnecessário”.

De qualquer forma, nas últimas horas o baht, a moeda tailandesa e a bolsa de Banguecoque estabilizaram depois das fortes quedas logo após a morte do rei. Além disso, o regente nomeado, apesar dos 96 anos, é visto como um homem capaz de segurar as rédeas da monarquia até que o filho de Bhumibol se sinta capaz de assumir o trono.

Recorde-se que a cremação do rei só vai ocorrer dentro de um ano e só nessa altura é que o príncipe herdeiro, Maha Vajiralongkorn pode ser coroado. E durante esse ano, todos os funcionários públicos devem vestir-se de escuro. Nos últimos dias, as roupas pretas esgotaram nas lojas do país e, como alternativa, os tailandeses estão a optar por tingir os tecidos de cor.