Última hora
This content is not available in your region

Banco Monte dei Paschi di Siena apresenta plano de sobrevivência

Banco Monte dei Paschi di Siena apresenta plano de sobrevivência
Tamanho do texto Aa Aa

O Banco Monte dei Paschi di Siena vai suprimir 2600 empregos e fechar 500 dos 2 mil balcões. Os cortes fazem parte do plano de recuperação do terceiro maior banco de Itália, o mais antigo do mundo, cuja saúde financeira preocupava os investidores.

O plano prevê também a venda de quase 28 mil milhões de créditos tóxicos e um novo aumento de capital de 5 mil milhões de euros. O presidente executivo, Marco Morelli, no cargo há um mês, espera concluir a operação até ao fim do ano.

Nos últimos testes de resistência do Banco Central Europeu, o Banco Monte dei Paschi teve a pior nota. Além disso, nos primeiros nove meses do ano, registou prejuízos de quase 850 milhões de euros.

Na bolsa, os títulos estão a registar uma forte volatilidade e chegaram a estar suspensos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.