Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Breves de Bruxelas: fronteiras e defesa do Estado de Direito em destaque

Breves de Bruxelas: fronteiras e defesa do Estado de Direito em destaque
Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes da NATO chegaram a acordo, em julho, para enviar milhares de soldados para a Polónia e para os Estados Bálticos, numa tentativa de reforçar as fronteiras orientais da aliança contra a Rússia.

Cem dias após a Cimeira de Varsóvia, haverá nova reunião em Bruxelas, a fim de analisar os próximos passos. O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que as nações que são responsáveis ​​por liderar os quatro batalhões – Canadá, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos – irão definir os seus planos para o início de 2017.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia diária falamos, também, do drama da migração na Europa.

As instituições europeias estão satisfeitas com a quebra acentuada do número de refugiados que chegam à Grécia, na sequência do acordo da UE com a Turquia, mas admitem que a situação ainda não é estável.

Por isso, o comissário europeu para as Migrações propôs a extensão dos controlos temporárias nas fronteiras no interior do espaço de livre circulação da União Europeia. Dimitris Avramopoulos falou, em Estrasburgo, com o nosso correspondente, Sandor Zsiros.

O programa recorda, ainda, a resolução adotada pelos eurodeputado que pressiona a Comissão Europeia a fazer mais para monitorizar as violações do Estado de Direito na União.

Finalmente, o Comissário europeu para a Economia, Pierre Moscovici, irá apresentar a sua nova proposta de tributação das empresas: a Base Tributária Consolidada Comum.