Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Áustria: Sindicato pergunta se muçulmanos devem ter direito ao subsídio de Natal

Áustria: Sindicato pergunta se muçulmanos devem ter direito ao subsídio de Natal
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um sindicato austríaco, conotado com a extrema-direita, causou polémica no país ao promover uma sondagem sobre se os trabalhadores muçulmanos deveriam ter ou não direito a subsídio de Natal, uma vez “que negam as festividades e as tradições cristãs”.

A sondagem, publicada na página do Facebook do “Trabalhadores Livres da Alta Áustria” e foi, posteriormente, apagada.

O sindicato defendeu-se, afirmando que não pretendia defender a descriminação mas discutir, apenas, os aumentos dos subsídios de Natal.

Na semana passada, o Governo votou um aumento de 100€ do subsídio de Natal dos pensionistas. Uma operação que vai custar, aos cofres de Viena, mais de 179 milhões de euros.