EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Áustria: Sindicato pergunta se muçulmanos devem ter direito ao subsídio de Natal

Áustria: Sindicato pergunta se muçulmanos devem ter direito ao subsídio de Natal
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um sindicato austríaco, conotado com a extrema-direita, causou polémica no país ao promover uma sondagem sobre se os trabalhadores muçulmanos deveriam ter ou não direito a subsídio de Natal, uma vez “

PUBLICIDADE

Um sindicato austríaco, conotado com a extrema-direita, causou polémica no país ao promover uma sondagem sobre se os trabalhadores muçulmanos deveriam ter ou não direito a subsídio de Natal, uma vez “que negam as festividades e as tradições cristãs”.

A sondagem, publicada na página do Facebook do “Trabalhadores Livres da Alta Áustria” e foi, posteriormente, apagada.

Austrian trade union suggests Muslims shouldn't be eligible for Christmas bonus for pensioners https://t.co/9FemuXJH8w

— The Local Austria (@TheLocalAustria) 29 novembre 2016

O sindicato defendeu-se, afirmando que não pretendia defender a descriminação mas discutir, apenas, os aumentos dos subsídios de Natal.

Na semana passada, o Governo votou um aumento de 100€ do subsídio de Natal dos pensionistas. Uma operação que vai custar, aos cofres de Viena, mais de 179 milhões de euros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

BCE mantém as taxas de juro inalteradas, uma vez que o controlo da inflação continua a ser fundamental

O sentimento económico da Alemanha desce mais do que o esperado: A recuperação está em risco?

A reeleição de Trump poderá afetar a economia europeia em 150 mil milhões de euros