Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Federação Internacional de Atletismo mantém suspensão a atletas russos

Federação Internacional de Atletismo mantém suspensão a atletas russos
Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia vai continuar suspensa de todas as competições internacionais de atletismo. A decisão foi anunciada pela Federação Internacional de Atletismo esta quinta-feira no Mónaco.

Recorde-se que os atletas russos estão suspensos desde novembro de 2015, depois de ter sido revelado um vasto sistema de doping promovido a nível estatal.
Estas sanções foram confirmadas em março e junho deste ano e a Rússia esteve mesmo ausente dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

O grupo de trabalho que está a acompanhar este caso garante que a federação russa de atletismo (RUSAF) “fez esforços desde junho”, mas tem ainda de provar que os controlos antidopagem são feitos “de forma autónoma” e “sem interferência externa”.

Entretanto, até o presidente Vladimir Putin quis mostrar que está empenhado em resolver este problema. No discurso anual sobre o Estado da Nação, Putin garantiu que “o chamado escândalo de doping vai permitir criar na Rússia o sistema mais avançado do mundo para travar a batalha contra esse mal. O programa nacional antidoping estará pronto para arrancar no início de 2017”.

Recorde-se que já a 22 de novembro, o presidente russo promulgou uma lei que sanciona com penas de prisão os treinadores e médicos que tenham levado atletas a dopar-se.