Última hora

Última hora

Impacto do referendo italiano na União Europeia

Impacto do referendo italiano na União Europeia
Tamanho do texto Aa Aa

Itália vai votar no domingo se muda ou não a constituição do país- e este voto pode ter consequências mais alargadas. As autoridades europeias e os especialistas em Bruxelas estão preocupados com as implicações que um resultado negativo pode ter também para a União Europeia.

O primeiro-ministro Matteo Renzi disse que se demite se perder e isso pode comprometer todo o equilíbrio, já que a economia da Itália, a terceira maior da zona do euro, está mais frágil do que nunca.

Mas há outras notícias, o presidente da Tunísia esteve ontem em Bruxelas. O país é visto no Ocidente como a única história de sucesso da Primavera Árabe que começou há seis anos.

Hoje, a UE – também sob a pressão da crise migratória – está disposta a dar dinheiro para ajudar a transição democrática deste estado norte-africano, uma vez que a estabilidade na região é considerada crucial. No entanto, o presidente Baji Kaid Essebsi quer mais, como afirmou em entrevista à euronews.

Um tópico que está sempre a fazer manchetes é o Brexit. O governo britânico está a preparar-se e a prioridade número um é manter o acesso ao mercado único. Uma saída significaria uma perda grande para o comércio, trabalhos e preços. Pressionado sobre a questão em Westminster, o ministro David Davis apoiante do Brexit, disse que os britânicos considerariam pagar para se manterem no mercado único.

Para mais análise dos assuntos europeus, veja o nosso programa semanal State of the Union, na euronews a partir desta noite.