EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Tweet de Trump leva Congresso a recuar logo na primeira sessão

Tweet de Trump leva Congresso a recuar logo na primeira sessão
Direitos de autor 
De  Dulce Dias com AFP, Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segunda-feira à noite, os republicanos votaram a favor do enfraquecimento dos poderes do Comité de Ética Parlamentar. Trump não apreciou a manobra

PUBLICIDADE

A primeira sessão do congresso norte-americano da era Trump devia ser uma festa, mas marcou a primeira vitória política do novo presidente.

Há mais de 11 anos que os republicanos não detinham a totalidade do poder, nos Estados Unidos. Mas o momento foi ensombrado por um voto-surpresa.

Na segunda-feira à noite – dia feriado nos Estados Unidos – os republicanos da câmara baixa votaram a favor do enfraquecimento dos poderes do Comité de Ética Parlamentar, organismo independente criado em 2008.

Donald Trump não apreciou a manobra e criticou-a no Twitter, onde apela o congresso a focalizar-se “a reforma fiscal, no sistema de saúde e noutras coisas muito mais importantes.”

With all that Congress has to work on, do they really have to make the weakening of the Independent Ethics Watchdog, as unfair as it

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 3 janvier 2017

……..may be, their number one act and priority. Focus on tax reform, healthcare and so many other things of far greater importance! #DTS

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 3 janvier 2017

“Com todo o trabalho que o Congresso tem pela frente, tem mesmo de fazer do enfraquecimento do observador independente de ética – por muito injusto que possa ser – a prioridade e a primeira ação? Focalizem-se na reforma fiscal, no sistema de saúde e noutras coisas muito mais importantes.”

Os tweets do presidente – que fez campanha a favor de mais ética em Washington – tiveram efeito imediato: a medida foi logo abandonada.

Mas o hábito de twittar, esse Donald Trump não o abandona. O presidente deu também a sua “ferroada”, em menos de 140 carateres, sobre a alegada espionagem russa ao partido democrata, que lhe teria valido a eleição.

The “Intelligence” briefing on so-called “Russian hacking” was delayed until Friday, perhaps more time needed to build a case. Very strange!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 4 janvier 2017

“A reunião dos serviços secretos sobre a chamada ‘pirataria russa’ foi adiada até sexta-feira. Talvez precisem de mais tempo para construírem o caso. Muito estranho!”

Donald Trump agendou, entretanto, para o dia 11, uma conferência de imprensa, na qual ele deverá falar, entre outros temas, de um eventual afastamento do seu colossal império industrial.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos