Última hora

Há mais de 100 candidatos às presidenciais iranianas

Há mais de 100 candidatos às presidenciais iranianas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Abriram as candidaturas às presidenciais no Irão e já há mais de 100 candidatos. No entanto, só cerca de dez, escolhidos pelo Conselho dos Guardiães, vão a votos no dia 19 de maio.

Mostafa Mir Salim, antigo ministro da Cultura, candidata-se pela ala mais conservadora da revolução islâmica, o partido do ex-presidente Ahmadinejad. Esta fação procura um regresso ao poder, depois de afastada pelo atual presidente Hassan Rouhani, considerado um moderado: “Estou na política apoiado por um partido com 50 anos de história e quero partilhar convosco os valores da Revolução Islâmica”, disse o candidato.

A ala conservadora tem pelo menos dois outros candidatos, o clérigo Ebrahim Raisi e Hamid Baghaei, um próximo de Ahmadinejad.

Do lado reformista, apresenta-se Mehdi Khazali, um opositor do regime que esteve várias vezes preso e é animador de um blogue: “Quero eliminar as tensões com o resto do mundo e estabelecer relações baseadas numa interação mútua positiva. Não queremos hostilidade com aqueles que dizem estar em dívida para connosco”, disse.

O presidente Rouhani pode recandidatar-se, mas ainda não anunciou a decisão. Estas eleições são vistas como um referendo ao acordo com as potências ocidentais sobre a energia nuclear, que permitiu ao país continuar a enriquecer urânio, de forma limitada, com um levantamento das sanções internacionais.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.