EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Operações de evacuação retomadas na Síria após ataque de sábado

Operações de evacuação retomadas na Síria após ataque de sábado
Direitos de autor 
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Residentes de cidades conquistadas aos rebeldes pelo exército de Bashar al-Assad, nos arredores de Damasco e de Alepo, puderam partir esta quarta-feira sob reforçadas medidas de segurança.

PUBLICIDADE

A evacuação de cidades recuperadas pelo exército às forças rebeldes foi retomada esta quarta-feira, na Síria, rodeada de reforçadas medidas de segurança após os ataques de sábado à operação nos arredores de Alepo.

Uma coluna de onze autocarros transportou cerca de 300 pessoas de cidades nas redondezas da capital Damasco e, mais a norte, cerca de três mil pessoas foram também retiradas das cidades de Fuaa e Kafraya, na província de Idlib.

O destino deste último contingente de deslocados internos seria a zona de transição de Rashidin, controlada pelos rebeldes, nos arredores de Alepo, onde as medidas de segurança também foram reforçadas.

Rights Group: Nearly 12 Million Syrians Are Forcibly Displacedhttps://t.co/iSLJGjYhDb#Syria#SyrianRefugeespic.twitter.com/IqChPyrKBG

— Syrian Coalition (@SyrCoalition) 19 de abril de 2017

De acordo com a organização “capacetes brancos”, no ataque de sábado à operação de evacuação mais de uma centena de pessoas morreu, incluindo quase 70 crianças.

Alguns dos autocarros incluídos na operação desta quarta-feira transportaram feridos e os restos mortais de algumas das vítimas do ataque de sábado, reportaram meios de comunicação locais.

A bomb attack on a convoy fleeing Aleppo, Syria, that killed 126 “likely amounts to a war crime”, says the #UNhttps://t.co/6h6r7C6tGkpic.twitter.com/CKvPE5kSnj

— euronews (@euronews) 19 de abril de 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Regime e rebeldes sírios retomam evacuação de zonas sitiadas após ataque em Alepo

Rebeldes e regime sírio deslocam 20 mil civis e combatentes de quatro cidades sitiadas

Primeiro contingente de tropas da Alemanha chega a Vilnius para reforçar flanco leste da NATO