EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Polícia italiana desmantela rede jihadista

Polícia italiana desmantela rede jihadista
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os dois terroristas presos em dezembro estavam, segundo a polícia, ligados ao autor do atentado no Mercado de Natal de Berlim.

PUBLICIDADE

As autoridades italianas anunciaram que ajudaram a Alemanha a desmantelar uma rede jihadista, alegadamente ligada ao autor do atentado no mercado de natal de Berlim, em dezembro. Antes ainda do atentado, a polícia italiana tinha prendido dois homens, o congolês Lutumba Nkanga e o marroquino Soufiane Amri, por suspeita de estarem a preparar atos violentos. Mais tarde, foi feita a ligação entre um deles e Anis Amri, o autor do atentado de Berlim.

“Trocaram uma série de mensagens em chats, segundo as quais tinham intenção de ir combater para a síria com o máximo de sacrifício possível. Estavam prontos a tornar-se bombistas suicidas”, explica Antonio Bocelli, diretor da divisão de operações especiais da polícia italiana.

O ataque cometido por Anis Amri em Berlim fez 12 mortos. O tunisino de 24 anos atropelou deliberadamente a multidão que se juntava no mercado de natal de Berlim, no dia 19 de dezembro. O suspeito conseguiu fugir e mesmo passar duas fronteiras, até ser abatido em Milão, quatro dias depois do atentado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Polícia italiana detém alegado membro ativo do Estado Islâmico em Roma

Itália reforça medidas de segurança no fim de semana de Páscoa

Jogos Olímpicos sem ameaças de segurança concretas, diz ministro do Interior francês