EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Parlamento húngaro aprova lei para regular trabalho de ONGs

Parlamento húngaro aprova lei para regular trabalho de ONGs
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Organizações não-governamentais falam num dia "escuro para a Hungria."

PUBLICIDADE

Com 130 votos a favor, 44 contra e 24 abstenções, o Parlamento da Hungria aprovou, esta terça-feira, uma polémica lei que na prática reforça o controlo do Governo sobre o trabalho de organizações não-governamentais que recebem financiamento estrangeiro.

A normativa, validada graças à maioria absoluta do partido do primeiro-ministro Viktor Orbán, foi justificada com a necessidade de melhorar a transparência e funcionamento das ONGs, que falam num dia “escuro para a Hungria.”

“A Amnistia Internacional é um defensor bastante forte, também ao nível da União Europeia, para a transparência e responsabilização. A verdade é que os acordos atuais na Hungria são adequados. As ONGs já são obrigadas a divulgar o financiamento e as autoridades podem fazer auditorias. Esta é, claramente, uma tentativa para visar as ONGs, para enfraquecer a credibilidade e tornar a vida das organizações bastante difícil. Não há muito tempo atrás, na Rússia, foram introduzidas leis semelhantes”, denuncia, de forma crítica, Iverna McGowan, diretora do gabinete europeu da Amnistia Internacional.

A lei estabelece que as ONGs que recebam mais de 23 mil euros do exterior devem proporcionar uma lista de doadores e definir-se como “organização financiada do exterior”.

Viktor Orbán acusa as entidades internacionais de procurar condicionar a política húngara através do financiamento de grupos de influência. Em Abril, milhares de húngaros reuniram-se em protesto, em Budapeste, para denunciar as ações de Orbán contra as ONGs e a reputada Central European University (CEU) fundada pelo magnata americano George Soros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento húngaro aprova lei contra universidade de Soros

Na Hungria, uma nova oposição liderada por Péter Magyar desafia Viktor Orbán

Opositor de Orbán mobiliza milhares em manifestação anti-governo