Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Trump assina declaração de catástrofe natural para o Texas

Trump assina declaração de catástrofe natural para o Texas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, assinou uma declaração de catástrofe natural para o estado do Texas, no momento em que o furacão Harvey chega ao sul do país.

Em mensagem via rede social Twitter, Trump confirmou a assinatura do documento a pedido do Governador do Texas, Greg Abbot, sublinhando que, desta forma, o Governo Federal poderia ajudar.

Ventos superiores a 250 quilómetros por hora

O Furacão Harvey chega à costa do Texas com ventos superiores a 250 quilómetros por hora e ondas de quatro metros, na que poderia ser a mais grave tempestade nos Estados Unidos continentais em 10 anos.

Harvey atingiu agora o nível quatro, segundo o Centro Nacional de Furacões, com sede em Miami, estado da Flórida. A tempestade toma terra perto da cidade texana de Corpus Christi.

Muitos preferem ficar em suas casas

Milhares de pessoas deixaram as suas casas, temendo as cheias e um rasto de destruição. No entanto, muitos residentes desobedeceram às ordens das autoridades e protegeram-se em casa, com mantimentos e barreiras.




Calcula-se que cerca de 6 milhões de pessoas possam vir a ser afetadas diretamente pelo furacão, assim como o poderiam ser estruturas ligadas ao tratamento de petróleo – com uma consequente subida dos preços dos combustíveis.

O último furacão com este nível de intensidade foi o Wilma, que atingiu a Flórida em 2005.