A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ryanair em turbulência após cancelar milhares de voos na Europa

Ryanair em turbulência após cancelar milhares de voos na Europa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A companhia aéra irlandesa Ryanair entra numa zona de turbulência, com a queda das ações da empresa em 3%, após anunciar o cancelamento de mais de 40 voos diários até ao final de Outubro.

A medida, anunciada na sexta-feira, é justificada pela companhia de baixo custo, com a melhoria da taxa de pontualidade dos seus aviões, que teria caído abaixo de 80% durante as duas primeiras semanas do mês.

A Ryanair atribui a situação à falta de pessoal, mas também às greves e mau tempo registado desde o início de Setembro.

A empresa foi obrigada a oferecer um prémio de 10 mil euros a cada piloto, depois de cerca de 140 funcionários terem desertado a companhia este ano à procura de melhores salários.

A companhia aérea com mais tráfego de passageiros na Europa deverá perder até 34 milhões de euros com os cancelamentos. A Ryanair está a oferecer a possibilidade dos passageiros poderem reaver o dinheiro ou adquirirem uma nova viagem.

Entre os milhares de voos afetados, encontram-se várias ligações com destino e partida de Lisboa e Porto.

A Ryanair publica nesta página , os voos cancelados, quando a atual lista prevê anulações só até esta quarta-feira.