Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Um cemitério com arte

Um cemitério com arte
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em Sapanta, na Roménia, o culto dos mortos ganhou uma outra dinâmica. Nas campas, com pedras esculpidas artesanalmente, contam-se as vidas de quem ali jaz, experiências nem sempre felizes. Grigore, lê-se, foi expulso da escola, pelos comunistas, porque a família era rica. Estas e outras histórias atraem turistas ao local:

“Desde que era criança, que oiço histórias, mesmo dos meus pais, sobre este cemitério. Sempre quis vir vê-lo, mas não tinha tido oportunidade, até agora”, adianta um visitante, Schuster Gerhard.

O artesão é um apenas. Dumitru Pop Tincu faz desta arte a sua vida e tem quem queira aprendê-la. Ainda assim, passará os seus conhecimentos a apenas um aprendiz, porque o trabalho tem de ser todo idêntico:

“Os jovens estão interessados neste trabalho e há alguns bons, mas de todos eles, não importa quantos, apenas um será o escolhido. Porque se escolhesse vários não seria a mesma coisa. Um trabalho feito por um homem sozinho é diferente do realizado por muitos”, explica o artesão.

Um trabalho não apenas de escultura, pintura mas de poesia que conta histórias, as de quem viverá para sempre nas imagens e relatos esculpidos neste cemitério sui generis.