EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

NFL ao ataque contra Trump

NFL ao ataque contra Trump
Direitos de autor 
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mais de 200 jogadores da NFL unidos contra declarações de Donald Trump

PUBLICIDADE

Donald Trump é um especialista a deitar achas para a fogueira e se até à semana passada, as ações de protesto de desportistas durante o hino se limitavam a um ou outro caso isolado, este fim de semana mais de 200 jogadores de futebol americano uniram-se em protesto depois do Presidente dos EUA ter sugerido que os manifestantes fossem despedidos na hora.

United. pic.twitter.com/5rQI3G6oMb

— OAKLAND RAIDERS (@RAIDERS) 25 de setembro de 2017

Para Trump, trata-se de uma falta de respeito por todas as pessoas que representam o país, especialmente os soldados. Já os jogadores, queixam-se que os seus direitos não são respeitados.

O ato de ajoelhar durante o hino foi celebrizado a temporada passada por Colin Kaepernick para protestar contra o tratamento de que eram alvo as minorias no país. Coincidência ou não, o quarterback não encontrou nenhum clube interessado nos seus serviços para esta temporada…

A polémica já se estendeu a outros desportos, na NBA, Stephen Curry avisou não ter vontade de visitar a Casa Branca como é tradição, Donald Trump retirou prontamente o convite aos campeões Golden State Warriors.

Going to the White House is considered a great honor for a championship team.Stephen Curry is hesitating,therefore invitation is withdrawn!

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) 23 de setembro de 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Estamos a fazer tudo o que podemos para estarmos saudáveis"

Japoneses contra os Jogos Olímpicos este verão

Basquetebolistas negros associam racismo no ataque ao capitólio