Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Terá sido descoberto corpo de ativista

Terá sido descoberto corpo de ativista
Tamanho do texto Aa Aa

Terá sido encontrado o corpo de Santiago Maldonado, o jovem ativista que desapareceu a 1 de agosto durante uma manifestação pró indígena na Patagónia argentina reprimida pela guarda nacional.

Após 77 dias de buscas, o cadáver foi encontrado no rio Chubut, a cerca de 300 metros de onde Maldonado foi visto pela última vez no protesto e numa zona que já teria sido inspecionada pelo menos 3 ocasiões, facto que o irmão de Santiago considera estranho.

“Não vou dizer se é Santiago ou não porque não posso identificá-lo. Até ter 100 por cento de certeza, não vou confirmar (…) É muito estranho ele ter sido encontrado ali, quando já ali estivemos à procura dele, naqueles locais, onde não encontramos nada”, explicou Sérgio Maldonado.

A família e grupos de ativistas consideraram sempre bastante provável a possibilidade de a guarda nacional ter sequestrado e assassinado Maldonado.

O caso tem comovido a Argentina e tem estado sob os holofotes mediáticos e políticos, já que domina a campanha eleitoral das legislativas que decorrem já este fim de semana.

A ministra da Administração Interna, Patricia Bullricht, tem estado sob pressão para apresentar respostas sobre o sucedido, algo que a descoberta do corpo poderá ajudar.