EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Angela Merkel convida SPD para formar Governo

Angela Merkel convida SPD para formar Governo
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A chanceler alemã quer um Governo "estável" e afirma que ambas as partes têm de estar disponíveis para "aceitar compromissos".

PUBLICIDADE

Angela Merkel procura uma solução "estável" de Governo.

A chanceler alemã convidou oficialmente, esta segunda-feira, os social-democratas de Martin Schulz para dialogar.

O objetivo é formar um Executivo, abordar os desafios que a Alemanha enfrenta e responder às "grandes expectativas" da União Europeia.

Após o fracasso da tentativa de formar uma coligação governativa com liberais e verdes,

Merkel afirmou que a União Democrata-Cristã, que lidera, continua firme no propósito de assumir as suas responsabilidades, que é "importante conseguir a estabilidade no país", e que seja a CDU a "âncora dessa estabilidade". Por isso, diz-se pronta a dialogar com o SPD.

A chanceler referiu, ainda, que tanto os conservadores como os social-democratas irão para as conversas com os respetivos programas de governo sendo, por isso, necessário haver disponibilidade, de ambas as partes, para aceitar compromissos. Só assim as negociações terão êxito.

Martin Schulz parece partilhar a opinião de Merkel. O líder do SPD referiu que é necessário "examinar se é sensato continuar a falar, principalmente sobre duas coisas: quais são os assuntos em que se pode concordar e de que forma é possível cooperar neste país".

O primeiro encontro está marcado para quinta-feira e o presidente germânico, Frank-Walter Steinmeier irá mediar as conversações entre Angela Merkel, Horst Seehofer, líder do CSU da Baviera, partido-irmão dos conservadores da chanceler, e o líder do SPD, Martin Schulz.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico

Borrell compara destruição em Gaza com danos causados nas cidades alemãs na Segunda Guerra Mundial

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China