Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Roménia lamenta a morte do rei Miguel

Roménia lamenta a morte do rei Miguel
Tamanho do texto Aa Aa

O desaprecimento do rei Miguel tocou os corações dos romenos. O último rei da Roménia, era bastante popular, apesar de não reinar. São muitos os que lhe prestam homenagem, junto à casa da família real.

“É muito difícil para mim falar da morte de um homem como o rei Miguel. Penso que não é só o povo romeno que lamenta o rei Miguel, mas toda a Europa", afirma um cidadão romeno.

"Espero que em memória de sua magestade haja um despertar na Roménia, no nosso país, em muitos pontos de vista", afirma a jornalista Cristina Topescu, autora de um documentário sobre a vida do rei”, diz a jornalista Cristina Topescu, autora de um documentário sobre a vida do rei.

O presidente, Klaus Iohannis, declarou: "Este é um dia triste para a Roménia e para os romenos. O rei Miguel era uma das personalidades mais importantes do país e escreveu a história da Roménia em maiúsculas."

Em comunicado, a herdeira da coroa, Margareta, filha do rei, afirmou: "É o início de um novo ciclo para a Casa Real da Roménia. Inspirada pelos mesmos sentimentos do meu pai, vou continuar o seu trabalho, para cumprir a nossa missão para com o povo da Roménia".

O rei Miguel tinha 96 anos e morreu na Suíça.