Última hora

Última hora

Kosovares oferecem gravatas a primeiro-ministro exigente

Em leitura:

Kosovares oferecem gravatas a primeiro-ministro exigente

Kosovares oferecem gravatas a primeiro-ministro exigente
Tamanho do texto Aa Aa

Cada um dá o seu contributo, porque gravatas há muitas mas a questão é acertar nos gostos do primeiro-ministro do Kosovo. Foi esse o propósito do protesto simbólico organizado depois de se saber que o chefe de governo, Ramush Haradinaj, decidiu duplicar o seu salário para perto dos 3 mil euros de forma a poder alegadamente comprar gravatas e camisas necessárias para o desempenho condigno das suas funções.

"Já conseguimos recolher cerca de 300 gravatas, ou seja, ele pode usar uma diferente nos próximos 300 dias. Temos menos camisas mas vamos juntar mais. Ele pode baixar o salário outra vez, porque nós garantimos o vestuário", dizia um manifestante.

Num dos países mais pobres da Europa, onde onde o salário médio bruto por mês é de 500 euros e a taxa de desemprego ultrapassa os 30%, resta saber até que ponto o primeiro-ministro vai apreciar este esforço da população.