Kremlin nega destruição de aviões russos na Síria

Kremlin nega destruição de aviões russos na Síria
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Ministério da Defesa da Rússia caracterizou como " falsas" as notícias sobre aviões russos que teriam sido destruídos por bombardeamentos rebeldes na base aérea militar russa de Hmeymim, na Síria, na véspera de Ano Novo.

PUBLICIDADE

O Ministério da Defesa da Rússia caracterizou como " falsas" as notícias que surgiram nos meios de comunicação sobre aviões russos que teriam sido destruídos por bombardeamentos rebeldes na base aérea militar russa de Hmeymim, na Síria, na véspera de Ano Novo.

O jornal russo Kommersant, citando duas fontes, noticiou, quarta-feira, que pelo menos sete aviões russos foram destruídos por bombardeamentos rebeldes na base aérea russa.

O Ministério da Defesa confirmou o bombardeamento da base de Hmeimim pelos rebeldes e a morte de dois militares.

Por seu lado, o jornal Kommersant diz que mais de dez militares foram feridos no ataque realizado por "islamitas radicais".

Caso se confirme a destruição das sete aeronaves, trata-se da maior perda de equipamento militar para o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, desde que começou a apoiar o Presidente da Síria, Bashar al-Assad.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mãe de Navalny já viu o corpo do filho e diz estar a ser pressionada para aceitar funeral "secreto"

Rússia proíbe atividade da Rádio Europa Livre/Rádio Liberdade

Avdiivka, cidade fantasma na região de Donetsk