Liga Árabe prepara reação à decisão de Trump quanto a Jerusalém

Liga Árabe prepara reação à decisão de Trump quanto a Jerusalém
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os ministros dos negócios estrangeiros do Egito, Arábia Saudita, Marrocos, Emiratos Árabes Unidos, Autoridade Palestiniana e da Jordânia reuniram este sábado em Amã. À saída, foi anunciada a decisão de iniciar uma campanha internacional para reconhecer Jerusalém leste como capital palestiniana.

PUBLICIDADE

Os ministros dos negócios estrangeiros do Egito, Arábia Saudita, Marrocos, Emiratos Árabes Unidos, Autoridade Palestiniana e da Jordânia reuniram este sábado em Amã.

À saída, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Jordânia anunciou um acordo dos países árabes para combater a decisão do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciada a 7 de Dezembro, de considerar Jerusalém como capital de Israel.

O plano passa, segundo Ayman Safidi, por lançar uma vasta campanha com o objetivo de obter o apoio da comunidade internacional para reconhecer um estado independente da Palestina, com a parte leste de Jerusalém como capital.

O estatuto de Jerusalém tem sido um dos maiores obstáculos para a obtenção de um tratado de paz entre israelitas e palestinianos. 

Israel toma toda a cidade como capital do país, ao passo que a Palestina reivindica a parte leste de Jerusalém como capital do que aspira se venha a tornar um futuro estado independente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Chefe dos serviços secretos militares israelitas demite-se por não ter evitado ataque do Hamas

Líder supremo do Irão admite poucos danos no ataque a Israel: "O que importa é a vontade iraniana"

Recuperados 50 corpos de uma vala comum em Khan Younis