Última hora

Última hora

Favoritos já conhecem a 'sorte' para o Open da Austrália

Em leitura:

Favoritos já conhecem a 'sorte' para o Open da Austrália

Favoritos já conhecem a 'sorte' para o Open da Austrália
Tamanho do texto Aa Aa

Os tenistas que vão participar no Open da Austrália, que arranca na próxima segunda-feira, em Melbourne, ficaram hoje a conhecer a sua 'sorte' para o torneio, com a definição dos adversários no sorteio.

O suíço Roger Federer, de 36 anos, parte como grande favorito, fruto do bom início de temporada, com o contributo decisivo para o triunfo helvético na Hopman Cup, e também por defender o título conquistado em 2017. No horizonte do veterano está a luta pelo 20º Grand Slam da carreira, sendo que o recorde de triunfos (19) já lhe pertence.

Contudo, o número dois do ranking mundial não vai ter vida fácil na prova. O sorteio definiu que a estreia de Federer será contra o esloveno Aljaz Bedene (51º do ranking). No entanto, o helvético já sabe que no seu lado do quadro pode apanhar alguns 'ossos duros de roer', como Juan Martin del Potro, Alexander Zverev, Stan Wawrinka ou Novak Djokovic.

Para uma eventual final estará reservado um possível duelo com Rafael Nadal. O espanhol, primeiro classificado do ranking, tem um estatuto a defender e quer também chegar ao 17º título no Grand Slam.

Nadal acabou por ser o 'favorito' mais feliz no sorteio, pois ficou a saber que o rival mais cotado que pode defrontar até ao jogo do título é o croata Marin Cilic, atual sexto classificado do ATP. Para o primeiro jogo, o adversário é o dominicano Victor Estrella Burgos (81º), com quem nunca mediu forças.

A grande incógnita do torneio estava reservada para Novak Djokovic. O sérvio, de 30 anos, vai fazer o seu regresso oficial aos courts depois de seis meses de lesão num cotovelo.

Finally back in the land down under. Feels good to be back! Idemo! #AusOpen

Une publication partagée par Novak Djokovic (@djokernole) le

O 14º lugar no ranking não reflete o real valor do antigo número um, que já triunfou por seis vezes na Austrália e começa diante do norte-americano Donald Young (63º). Por isso, Djokovic sabia que teria um adversário do top-4 nos oitavos de final. A 'fava' acabou por sair a Alexander Zverev.

O jovem tenista alemão, atual número quatro do mundo e uma das sensações de 2017, vai iniciar o torneio contra o italiano Thomas Fabbiano (72º). Pelo caminho poder ainda cruzar-se com Mischa Zverev até chegar ao possível embate com Djokovic.

Por fim, Grigor Dimitrov fecha o pódio do ranking (3º) e o lote de favoritos à vitória. O búlgaro procura ainda o primeiro triunfo em torneios do Grand Slam e começa diante de um tenista proveniente do qualifying.

Uma última nota para João Sousa. O tenista de 28 anos é o único português no quadro principal e arranca com um encontro frente a um outro 'qualifyer'.

O Open da Austrália decorre em Melbourne entre os dias 15 e 28 de janeiro.