Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Dia de greve nas prisões francesas

Dia de greve nas prisões francesas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Esta segunda-feira foi dia de greve nas prisões francesas.

Os sindicatos exigem mais meios para trabalhar. Os guardas dizem que colocam em risco a vida quando se trata de vigiar presos cujos crimes se relacionam, por exemplo,  com o islamismo radical.

De acordo com os sindicatos, um jiadista, de nacionalidade alemã, atacou três guardas com uma arma branca numa prisão no norte de França.

O diretor apresentou a demissão, exigida plos trabalhadores.

Menos de 30 mil guardas prisionais vigiam mais de 70 mil detidos nas prisões francesas. O sistema encontra-se sobrelotado.