Última hora

Última hora

Regulador financeiro japonês vai punir Coincheck

Em leitura:

Regulador financeiro japonês vai punir Coincheck

Regulador financeiro japonês vai punir Coincheck
Tamanho do texto Aa Aa

O regulador financeiro do Japão diz que vai punir a Coincheck. A informação foi avançada pelo porta-voz do governo. Uma decisão tomada depois da corretora japonesa ter sido vítima de um gigantesco ataque de hackers, o maior roubo da história das cripto moedas, e que resultou em perdas avaliadas em 58 mil milhões de ienes, cerca de 430 milhões de euros. O ataque envolveu a moeda virtual NEM.

A Coincheck desculpa-se perante quem viu o seu dinheiro desaparecer e anunciou um plano para compensar cerca de 260 mil detentores dessa cripto moeda.

O governo japonês, que pediu à empresa para melhorar a segurança dos seus clientes, vai investigar o caso:

"O governo vai fazer uma investigação para encontrar as causas do incidente e discutiremos medidas de proteção a implementar, Só depois se decidirá se há necessidade de pôr em prática outras medidas preventivas", adianta Yoshihide Suga, chefe de gabinete do Primeiro-ministro.

00:57 pictures form coincheck computer and cryptocurrencies exchanges

As autoridades nipónicas preparam-se assim para reforçar o controlo sobre os mercados das cripto moedas.

Após este roubo, que ocorreu sexta-feira, a Coincheck, sedeada em Tóquio, suspendeu a negociação em cripto moedas, com exceção da bitcoin.

A empresa diz ter pistas sobre para onde foi o dinheiro e tem esperança de conseguir recuperá-lo.