Última hora

Última hora

Larry Nassar condenado novamente de 40 a 125 anos de prisão

Em leitura:

Larry Nassar condenado novamente de 40 a 125 anos de prisão

Larry Nassar foi julgado por crimes sexuais
Tamanho do texto Aa Aa

Larry Nassar foi condenado a uma terceira pena de prisão, desta vez entre os 40 e os 125 anos. O antigo médico da seleção norte-americana de ginástica conheceu esta segunda-feira a sentença do terceiro e último processo por abusos sexuais cometidos contra jovens ginastas e uma vez mais a justiça norte-americana mostrou ter mão pesada.

A juíza, Janice Cunningham, justificou a decisão ao referir simplesmente que não acreditava que Nassar sentisse remorsos pelas suas ações.

O processo em questão teve lugar em Eaton, no Michigan, e incidiu nos abusos sexuais cometidos pelo médico a três ginastas no Twistars USA Gymnastics Club, um ginásio reservado à elite da modalidade.

No início do mês, Nassar tinha sido condenado a uma pena entre os 40 e os 175 anos de prisão num processo separado. A primeira condenação remonta a dezembro, por parte da justiça federal, 60 anos de prisão pela posse de pornografia infantil.

As três condenações garantem desde já que o médico de 54 anos irá passar o resto da vida atrás de grades mas nem por isso sabem a justiça para as mais de 260 mulheres e meninas que se queixam de ter sido abusadas sexualmente sob o pretexto de tratamento médico.

O destino de Nassar está traçado, a justiça vira-se agora para o possível encobrimento por parte da Federação de Ginástica dos EUA e do Comité Olímpico dos EUA. As vítimas queixam-se de não terem sido levadas a sério pelas autoridades e garantem que as denúncias ao comportamento de Nassar remontam já a 1997.