A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Eni e Total assinam acordo polémico com o Líbano

Eni e Total assinam acordo polémico com o Líbano
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A pressão aumenta em alto mar, quando se sabe que o Líbano autorizou a prospeção de gás e petróleo por parte de um consórcio internacional em águas que Israel reclama como suas.

A italiana Eni, a francesa Total e a russa Novatek acabaram de assinar um acordo de exploração de duas frações. Uma delas, conhecida por Bloco 9, é alvo de uma contenda territorial com o governo israelita, que se estende a outros braços de ferro em terra. Os representantes da Total garantem que o poço exploratório se situa a mais de 25 quilómetros das águas israelitas.

Mas o ministro da Defesa hebraico fala num "grave erro" cometido por grupos internacionais. Ao todo, o Líbano está a licenciar a prospeção de cinco lotes.