EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Descobertos restos mortais de luso-descendente Maëlys de Araújo

Descobertos restos mortais de luso-descendente Maëlys de Araújo
Direitos de autor 
De  Euronews com Lusa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A informação é avançada pelo Procurador encarregue do caso. O principal suspeito, Nordahl Lelandais, admite o crime, mas fala de homicídio "involuntário"

PUBLICIDADE

Foram descobertos os restos mortais da luso-descendente Maëlys de Araújo, desaparecida desde agosto do ano passado. A informação é avançada pelo Procurador de Grenoble, Jean-Yves Coquillat, responsável pelo caso.

Durante a audiência desta quarta-feira, o principal suspeito, Nordahl Lelandais, confessou ter assassinado "involuntariamente" a criança de nove anos, mas explicar as circunstâncias em tudo aconteceu. O Procurador precisou, ainda, que o antigo militar pediu desculpas à família da vítima.

Até agora, o homem de 34 anos tinha negado qualquer envolvimento no desaparecimento da criança na noite de 26 para 27 de agosto durante uma festa de casamento, no leste de França. Uma mudança que segundo os investigadores não é alheia ao fato de terem sido encontrados vestígios de sangue no carro do principal suspeito, correspondentes ao ADN da criança.

Partilhe esta notíciaComentários