Última hora

Última hora

Rússia impõe trégua diária de cinco horas em Ghouta

Em leitura:

Rússia impõe trégua diária de cinco horas em Ghouta

Já morreram dezenas de crianças em Ghouta em pouco mais de uma semana
@ Copyright :
REUTERS/Bassam Khabieh
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou a instauração a partir desta terça-feira de uma "trégua humanitária" diária de cinco horas em Ghouta, um enclave sob domínio dos rebeldes nos arredores de Damasco, onde já morreram mais de 500 pessoas desde a última semana, em resultado dos ataques das forças sírias.

O governante russo afirmou que serão criados "corredores humanitários" para permitir a retirada de civis, numa zona onde vivem mais de 400 mil pessoas sob bombardeamentos constantes das forças leais ao presidente Bashar Al Assad.

A pausa nos conflitos entre as nove da manhã e as duas da tarde e a criação de um corredor humanitário para retirada dos feridos surgem após uma resolução no passado sábado dos 15 membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas a exigir um cessar-fogo de 30 dias na Síria.

No entanto, a agenda russa não tem qualquer indicação sobre a entrada de mais meios de assistência humanitária a um cenário descrito como um verdadeiro "inferno na terra". A implementação da trégua é bem-vinda pelas organizações internacionais, mas a Cruz Vermelha Internacional já alertou que é preciso fazer muito mais.

Há mais de uma semana que o bastião rebelde de Ghouta, nos arredores de Damasco, vive sob fogo cerrado das autoridades e já morreram mais de 500 pessoas.