A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Vaga de frio na Europa já matou pelo menos 24 pessoas

Vaga de frio na Europa já matou pelo menos 24 pessoas
Direitos de autor
REUTERS/Hannah McKay
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Europa está a viver uma das vagas de frio mais intensas dos últimos anos e regista já, pelo menos, 24 mortes em diversos países nos últimos quatro dias, além de inúmeros distúrbios e constrangimentos na circulação de pessoas pelo continente.

A frente fria, já batizada como "A Besta de Leste", tem coberto a Europa de neve e temperaturas muito baixas para o habitual nesta época do ano.

As consqeuências já se fizeram sentir em diversos países, com nove mortos na Polónia, cinco na Lituânia, quatro em França, três na República Checa, duas na Roménia e uma em Itália.

Na Europa central, as temperaturas chegaram a atingir nas últimas horas os -29º C, enquanto na Escandinávia e nas terras altas marcaram inclusivamente temperaturas na ordem dos -40º C.

O frio polar e a neve causaram também vários constrangimentos nos transportes, com diversos voos anulados nos aeroportos de Londres, Nápoles, Varna ou Nice, no sul de França.

As temperaturas geladas impõem, por outro lado, um aumento do consumo de energia e a companhia russa Gazprom revelou ter batido o seu recorde quotidiano de exportações para a Europa nos últimos seis dias.