Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Diretora de comunicação de Donald Trump demitiu-se

Diretora de comunicação de Donald Trump demitiu-se
Tamanho do texto Aa Aa

Hope Hicks, diretora de comunicação da Casa Branca e uma das assessoras mais fiéis de Donald Trump, demitiu-se.

A notícia surgiu um dia depois de Hicks ter sido interrogada, durante nove horas, por uma comissão parlamentar que está a investigar a alegada ingerência russa nas eleições presidenciais norte americanas de 2016 e os eventuais contactos entre dirigentes da campanha de Trump e dirigentes russos.

"Um dia antes de anunciar a sua demissão, ela esteve no Capitólio; respondeu a perguntas da comissão parlamentar durante horas. É alguém com quem a equipa de Mueller queria falar sobre vários incidentes em que ela esteve envolvida. Ela está bem no centro dessa controvérsia," afirmou a chefe do gabinete da Associated Press em Washington, Julie Pace.

De acordo com a imprensa americana, Hicks admitiu durante o seu trabalho na Casa Branca disse "mentiras inocentes". Mas terá afirmado nunca ter mentido quando foi interrogada sobre o caso russo.

Hope Hicks, que foi nomeada para o cargo depois da demissão de Anthony Scaramucci, em julho de 2017, foi a quarta pessoa a ocupar o cargo de diretor de comunicação da Casa Branca no espaço de um ano.

A jovem ex-modelo de 29 anos, que se juntou à campanha do magnata do imobiliário desde muito cedo, não tinha experiência política.