EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

De casa às costas: Os 23 diplomatas russos já chegaram a Moscovo

De casa às costas: Os 23 diplomatas russos já chegaram a Moscovo
Direitos de autor Reuters
Direitos de autor Reuters
De  Ana Serapicos
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A ordem de expulsão do Reino Unido foi dada por Theresa May há menos de uma semana

PUBLICIDADE

Theresa May fez um ultimato: Uma semana para os 23 diplomatas russos abandonarem o país. E foi o que fizeram. Num avião russo, chegaram a Moscovos, esta terça-feira, com as respetivas famílias e com uma vida às costas: Filhos, malas e até animais de estimação nos braços.

Uma chegada que parece ser definitiva mas que nem por isso assusta estas famílias. Saíram com um sorriso no rosto e com um discurso de orgulho no país onde aterraram. 

Filho de um dos embaixadores expulsos do Reino Unido

Esta decisão de expulsão surge depois do governo britânico acreditar numa relação da Rússia com o caso do envenenamento de Sergei Skripal, ex-expião russo. A Rússia negou qualquer relação com o ataque e respondeu com a mesma moeda: deu ordem de expulsão de 23 diplomatas britânicos do país.

Alexandre Iakovenko, embaixador russo no Reino Unido, diz que ainda está muito por explicar. 

"Basicamente, as acusações não estão sustentadas com factos, o que torna esta situação inaceitável para um país como o Reino Unido, que é membro do Conselho de Segurança das Nações Unidas.".

Os 23 diplomatas do Reino Unido deverão abanadonar a Rússia nos próximos dias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Conselho Europeu apoia acusações do Reino Unido à Rússia

UE oferece "solidariedade incondicional" a Londres em caso de ex-expião russo

Caso Skripal: Rússia reage e expulsa 23 diplomatas do Reino Unido