Última hora

Última hora

Protesto contra contaminação de lixeira a céu aberto

Em leitura:

Protesto contra contaminação de lixeira a céu aberto

Protesto contra contaminação de lixeira a céu aberto
Tamanho do texto Aa Aa

Vários milhares de russos protestaram na cidade de Volokolamsk, uma centena de quilómetros a oeste de Moscovo, pelo fecho de uma lixeira a céu aberto que dizem estar a contaminar o ar das localidades vizinhas.

As autoridades locais admitiram que cinco dezenas de crianças tiveram de ser assistidas em hospitais na semana passada, essencialmente devido a náuseas e vertigens provocadas por emanações tóxicas da lixeira de Yadrovo.

Um manifestante diz que "muitas outras pessoas vomitaram simplesmente em casa, ou sangraram do nariz, sem terem ido consultar um médico".

A agência oficial Tass noticiava a distribuição de "mil respiradores" aos residentes de Volokolamsk. Uma anedota para a maioria dos 20.000 habitantes, como esta manifestante que sublinha que "há quatro laboratórios na cidade, que dizem sempre que está tudo ótimo e dentro dos limites, apesar [da população] estar a sufocar".

A manifestação deste domingo, não autorizada, acabou com a detenção de dez pessoas, incluíndo um dos organizadores do protesto.

A maioria das lixeiras da capital russa e arredores são simples locais no campo onde os detritos são acumulados ao ar livre.