Última hora

Última hora

Homenagens ao realizador Miloš Forman

Em leitura:

Homenagens ao realizador Miloš Forman

Homenagens ao realizador Miloš Forman
Tamanho do texto Aa Aa

Miloš Forman "morreu pacificamente, cercado pela família e entes queridos" - anunciou a mulher do realizador - mas nas redes sociais continuam as homenagens ao génio norte-americano de origem checa.

Foi um outsider de Hollywood que encantou as estrelas de Hollywood.

O ator Jim Carrey diz que a participação no filme "Homem na Lua" foi uma experiência monumental.

O veterano Danny DeVito trabalhou com o realizador duas vezes. Chama-lhe "O Magnífico."

Ron Howard fala num dos verdadeiros realizadores mundiais.

Catherine Zeta-Jones diz que o mundo perdeu um dos grandes. Foi Michael Douglas, o marido da atriz, que produziu o filme "Voando sobre um ninho de cucos", com Jack Nicholson no papel principal. Conquistou cinco Óscares.

O filme "Amadeus", sobre Mozart, venceu 40 prémios. Oito foram estatuetas douradas.

Já o retrato sobre o editor de conteúdos pornográficos Larry Flynt valeu a Forman duas nomeações para os Óscares mas acabaria por ser distinguido com o Urso de Outro no Festival de Cinema de Berlim.

Em 2010 explicou o segredo do sucesso à Euronews. "Gosto de histórias. Em criança fascinavam-me as pessoas que conseguiam captar atenções a contar histórias. Queria fazer a mesma coisa e o cinema é uma plataforma fantástica", disse o realizador.

Miloš Forman morreu na passada sexta-feira, 13 de abril, aos 86 anos, vítima de doença. Abandonou o país natal por causa da invasão soviética. Nos EUA tornou-se numa lenda da sétima arte.

Mais sobre cinema