Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

UE pede intervenção de Rússia e Irão no conflito sírio

UE pede intervenção de Rússia e Irão no conflito sírio
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia apelou à intervenção da Rússia e do Irão para que se possa encontrar uma solução política para o conflito sírio.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos 28 reúnem-se, esta segunda-feira, no Luxemburgo com a situação na Síria no topo da agenda.

À entrada para a reunião, o chefe da diplomacia britânica referiu que os bombardeamentos perpetrados pelos Estados Unidos da América, com o apoio do Reino Unido e de França, não tiveram como objetivo derrubar o regime de Bashar al-Assad.

Boris Johnson afirmou que essa foi a maneira encontrada para demonstrar que a comunidade internacional reprova o uso de armas químicas. A erosão desse tabu, que está em vigor há 100 anos, foi longe demais com Bashar al-Assad e chegou a hora de o mundo dizer não ".

Federica Mogherini, a alta representante da União Europeia para as Relações Externas, sublinhou que é necessário encontrar uma solução política para o conflito e pediu o apoio de Moscovo e de Teerão.

Para Mogherini, "parece muito claro que há, neste momento, a necessidade de dar um empurrão ao relançamento do processo político liderado pelas Nações Unidas. Pedimos claramente, em particular à Rússia e ao Irão, que exerçam a sua influência sobre Damasco para iniciarem um debate significativo sob os auspícios da ONU".

A chefe da diplomacia europeia referiu, ainda, que Bruxelas está pronta para iniciar o planeamento financeiro para a reconstrução da Síria, no entanto, afirmou que essa ajuda está dependente de uma solução do conflito negociada a nível político.