Última hora

Última hora

Bomba da II Guerra Mundial encontrada em Berlim

Em leitura:

Bomba da II Guerra Mundial encontrada em Berlim

 Bomba da II Guerra Mundial encontrada em Berlim
Tamanho do texto Aa Aa

Não foi preciso escavar muito para encontrar em pleno coração de Berlim uma bomba por detonar.

Mais de 70 anos depois do fim da II Guerra Mundial, a polícia alemã evacuou uma área central da capital alemã num raio de 800 metros do local onde a bomba foi descoberta.

A passagem de autocarros, elétricos e viaturas privadas foi suspensa nas estradas circundantes do local onde o engenho de 500 quilos e origem britânica foi descoberto durante trabalhos de construção.

A evacuação começou pelas 9 horas matinais e abrangeu perto de 10 mil residentes e trabalhadores.

A estação central de Berlim foi afetada, com a circulação ferroviária interrompida durante cerca de 4 horas.

Cerca de 300 mil pessoas usam diariamente a estação berlinense. Por entre os utilizadores, várias reações: "Vou para a a Polónia diretamente de Berlim, espero que haja comboio", diz uma jovem jornalista.

Um estrangeiro parece valorizar mais a vida do que os comboios perdidos: "O mais importante é continuar vivo, temos de nos adaptar à situação e é bom que nos tenham avisado."

Já um alemão refere a necessidade de relembrar o motivo da presença tardia da bomba: "É justo. Há uma razão para esta bomba estar aqui. Penso que está bem termos de lidar com o que os nossos avós fizeram há 70 anos. É bom que não se esqueça."

Mesmo 73 anos depois do final da II Grande Guerra, descobertas como esta bomba não são invulgares em cidades alemãs. O centro de Berlim ficou reduzido a escombros depois dos intensos bombardeamentos dos aliados e da luta no terreno com as tropas soviéticas nos últimos dias do conflito.

Crê-se que haja pelo menos 3 mil bombas, granadas e outras munições ainda enterradas em Berlim, com peritos a estimar em 5% do total a quantidade de bombas lançadas na II Grande Guerra na capital alemã e não detonadas.