Última hora
This content is not available in your region

Ingrid Betancourt quer acordo de paz com FARC protegido

Ingrid Betancourt quer acordo de paz com FARC protegido
Direitos de autor
REUTERS/Fredy Builes
Tamanho do texto Aa Aa

Ingrid Betancourt pede que a Colômbia preserve e melhore o acordo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

A antiga senadora e ex-candidata presidencial apoia, sem reservas o acordo firmado entre o presidente Juan Manuel Santos e as FARC para acabar com o conflito que matou cerca de 220 mil pessoas.

Betancourt teme que as forças políticas conduzam, novamente, o país para a guerra: "Podemos proteger a paz e fazer mudanças sim, se necessário, mas isso não é desculpa para reacender a guerra. Acredito que os líderes que temos não são pessoas de guerra. Temos de olhar para as forças que acompanham essas pessoas - e, em algum momento, elas podem ser chantageadas. Elas podem forçá-las a tomar decisões que seriam contra o interesse da paz para todos os colombianos."

Ingrid Betancourt, de 56 anos, liderou no congresso a luta contra a corrupção na década de 90 do século passado.

Em 2002, candidatou-se à presidência da Colômbia. Durante a campanha foi sequestrada pelas FARC e permaneceu seis anos em cativeiro.

Foi libertada em julho de 2008.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.